|   CONTATO   |   DÚVIDAS FREQUENTES
      Aconteceu no Zôo
      Administração
      Agências de Turismo
      Agendamento Visitas
      Alimentação Animal  
      Bastidores
      Concurso Público
      Enriquecimento
      Educação e Pesquisa
      Espaço para Eventos
      Fazenda do Zôo
      Gestão Ambiental
      Horário de Funcion.
      Informações
      Infra-Estrutura
      Ingressos
      Licitações
      Normas - Visitas
      Ouvidoria
      ECOPEFI








ANIMAIS: NATIVOS DA MATA

BUGIO

Ordem: Primates

Família: Cebidae

Nome popular: Bugio

Nome em inglês: Howler monkey

Nome científico: Alouatta fusca

Distribuição geográfica: Brasil e parte da Argentina

Habitat: Floresta

Hábitos alimentares: Folhas e frutos

Reprodução: Gestação de 180 a 194 dias

Período de vida: Aproximadamente 20 anos

Bugio, Guariba, Macaco ruivo, Gritador barbado, estes são apenas alguns nomes pelo qual o gênero Alouatta é chamado, dependendo da região onde é encontrado, o mais conhecido é Bugio, animal de corpo maciço, pesando cerca de 7 Kg, de cabeça e corpo atinge entre 440 a 570 mm, possui cauda preênsil de 510 a 610 mm, a face é desnuda e exibe uma barba vasta, por esta característica é conhecido como macaco barbado. Este gênero possui 8 espécies que se distribuem desde o México até a Argentina.

A espécie que ocorre na mata atlântica, da Bahia ao Rio Grande do Sul é a Alouatta fusca, onde os machos possuem uma coloração marrom-avermelhada na parte superior, nas costas um marrom dourado e a barba pode ser vermelha ou negra, as fêmeas normalmente são mais pálidas de marrom escuro ao amarelo claro. Vivem em florestas úmidas de 10 a 20 m de altura, podendo também ser encontrados no cerrado e na caatinga. São animais diurnos, e chegam a formar grupos de até 15 indivíduos.

Alimentam-se de folhas (60%) e frutos. Uma das características mais marcantes é a vocalização, produzida pelo osso hióide, (osso ou complexo de ossos situado na base da língua que suporta esta com seu músculo) que se transforma em caixa de ressonância por onde emite um som muito alto que pode ser ouvido por até 5 km de distância, porém é ocultado pela barba. O período de gestação varia entre 185 a 195 dias com o nascimento de apenas um filhote, que pesa 130 grs. ao nascer.

A fêmea carrega o filhote até o desmame, que ocorre por volta de 20 meses, depois deste período o filhote começa a acompanhar o grupo em suas viagens à procura de alimento. Algumas destas espécies estão ameaçadas de extinção, devido a devastação do meio ambiente, principalmente da mata atlântica, e pela caça, pois em algumas regiões, há crenças de que o uso de seu osso hióde como recipiente pode curar algumas enfermidades.

A mata do Zoológico de São Paulo abriga a espécie Alouatta fusca clamitans, que pode ser vista em vida livre nas árvores do parque. Grupos familiares com adultos, jovens e filhotes podem ser vistos por toda a extensão do parque. Portanto quando visitar o Parque não esqueça de olhar as árvores, você poderá ter uma surpresa!

Fundação Parque Zoológico de São Paulo
Mara Cristina Marques Bióloga do Setor de Mamíferos

NATIVOS DA MATA

Bugio (Alouatta fusca)

Gambá (Didelphis marsupialis)
Tucano-de-bico-verde (Ramphastos dicolorus)
Teiú (Tupinambis merianae)
ANIMAIS DO ZÔO
Aves
Mamíferos
Nativos da Mata
Répteis
 
Copyright© 2003-2007. Fundação Parque Zoológico de São Paulo. Todos os direitos reservados.
desde 15/11/1997

FUNDAÇÃO PARQUE ZOOLÓGICO DE SÃO PAULO

ZOOLÓGICO
Avenida Miguel Stéfano, 4241 - Água Funda - São Paulo - SP - CEP: 04301-905
Fone: (11) 5073-0811 / Fax: (11) 5058-0564
Horário de Funcionamento- 9:00 às 17:00 horas - de terça a domingo - fechamento da bilheteria : 16:00 h
*Abre as Segundas-feiras somente quando for feriado ou véspera de feriado

ZÔO SAFÁRI
Avenida do Cursino, 6338 - Vila Moraes - São Paulo - SP - CEP: 04169-000
Fone: (11) 2336-2131 / Fax: (11) 2336-2143
Horário de Funcionamento - 9:00 às 17:00 horas - de terça a domingo - fechamento da bilheteria : 16:00 h
*Abre as Segundas-feiras somente quando for feriado ou véspera de feriado