|   CONTATO   |   DÚVIDAS FREQUENTES
      Aconteceu no Zôo
      Administração
      Agências de Turismo
      Agendamento Visitas
      Alimentação Animal  
      Bastidores
      Concurso Público
      Enriquecimento
      Educação e Pesquisa
      Espaço para Eventos
      Fazenda do Zôo
      Gestão Ambiental
      Horário de Funcion.
      Informações
      Infra-Estrutura
      Ingressos
      Licitações
      Normas - Visitas
      Ouvidoria
      ECOPEFI







ANIMAIS: MAMÍFEROS

CACHORRO-VINAGRE

Ordem: Carnivora

Família: Canidae

Nome popular: Cachorro-vinagre

Nome em inglês: Bush dog

Nome científico: Speothos venaticus

Distribuição geográfica: América Central e América do Sul

Habitat: Floresta

Hábitos alimentares: Carnívoro

Reprodução: Gestação de 67 dias

Período de vida: Aproximadamente 10 anos


O cachorro vinagre é da Família Canidae e são os menores canídeos silvestres do Brasil. O comprimento do corpo varia entre 575-750mm, sua altura entre 120-50mm e o peso pode chegar a 8kg. Sua pelagem é de coloração marrom ocráceo, e quase preta na parte de baixo do pescoço, no ventre, nas patas e na cauda. O dorso possui uma cor marrom amarelada. Este cachorro possui orelhas pequenas, patas curtas e habitam matas e campos.

A gestação dura entre 65 e 80 dias, nascendo geralmente 3 a 4 filhotes que desmamam com 2 a 3 meses de idade. São os mais sociais dos canídeos do Brasil, podendo reunir-se em matilhas familiares e hierarquizada de 4 a 10 indivíduos. Sua distribuição vai desde o Panamá, Colômbia, Venezuela, Guianas, grande parte do Brasil, Equador, Peru, Bolívia Paraguai e Argentina. São animais que capturam pequenas presas como insetos, mas quando em grupos capturam pacas, gambás, patos, rãs, cutias.

Em cativeiro alimentam-se de ração balanceada ,carne crua e frutas. Quando em bandos vocalizam sons variados e agudos que são para comunicação no interior da mata. O cachorro vinagre, apesar de possuir ampla distribuição, é uma espécie rara e pouco conhecida da América do Sul. Na língua espanhola é denominado como zorro vinagre ou zorro musteloide, em inglês bush (mato) dog ou vinegar dog, e os povos guaranis no Paraguai os denominam jaguati, akuti jagua, entre outros.

A palavra Acutiuara usada também para estes cachorros, é formada pelas raízes indígenas Jaguara ou Uara, que significa senhor ou dono e Aguti ou Acuti, que se refere às cutias ou pacas, referindo-se à perseguição por cutias e pacas. São ótimos cavadores e com suas unhas abrem galerias no chão. Abrigam-se em ocos de árvores e buracos de tatus. Em cativeiro, costumam sair pela manhã e a tarde ficam em seus abrigos.

Pouco se sabe sobre a biologia desta espécie, as informações existentes foram adquiridas a partir de animais de zoológicos e criadouros. Por isso criou-se um plano de manejo de cachorro vinagre para garantir a sobrevivência e perpetuação da espécie em cativeiro.

Fundação Parque Zoológico de São Paulo
Texto :Juliana Pinto Corrêa
Atualizado por Maristela Leiva
Bióloga Aprimoranda do Setor de Mamíferos

MAMÍFEROS

Anta (Tapirus terrestris)

Cachorro-vinagre (Speothos venaticus)

Camelo (Camelus bactrianus)

Cervo-nobre (Cervus elaphus)
Chimpanzé (Pan troglodytes)
Dromedário (Camelus dromedarius)
Elefante-africano (Loxodonta africana)
Gato-do-mato pequeno (Leopardus tigrinus)
Gato-maracajá (Leopardus wiedii)
Gibão de mãos brancas (Hylobates lar)
Girafa (Giraffa camelopardalis)
Grande-Kudu (Tragelaphus estrepsicerus)
Hipopótamo (Hippopotamus amphibius)
Jaguatirica (Leopardus pardalis)
Jupará (Potos flavus)
Leão (Panthera leo)
Leão-marinho (Otaria byronia)
Leopardo-das-neves (Uncia uncia)
Lobo-europeu (Canis lupus)
Lobo-guará (Chysocyon brachyurus)
Lontra (Lontra longicaudis)
Macaco Barrigudo (Lagothrix lagotricha)
Macado-parauacu (Pithecia pithecia)
Macaco-Prego Galego (Cebus flavius)
Mico-leão-de-cara-dourada (Leontopithecus chrysomelas)
Mico-leão-dourado (Leontopithecus rosalia)
Mico-leão-preto (Leontopithecus chrysopygus)
Onça-parda (Puma concolor)
Onça-pintada (Panthera onca)
Orangotango (Pongo pigmaeus)
Quati (Nasua nasua)
Rinoceronte branco (Ceratotherium simum)
Suricata (Suricata suricatta)
Tamanduá-bandeira (Myrmecophaga tridactyla)
Tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla)
Tatu-peba (Euphractus sexcintus)
Tigre-Siberiano (Panthera tigris altaica)
Urso de óculos (Tremarctos ornatus)
Zebra de Grévy (Equus grevyi)
ANIMAIS DO ZÔO
Aves
Mamíferos
Nativos da Mata
Répteis
 
Copyright© 2003-2007. Fundação Parque Zoológico de São Paulo. Todos os direitos reservados.
desde 15/11/1997

FUNDAÇÃO PARQUE ZOOLÓGICO DE SÃO PAULO

ZOOLÓGICO
Avenida Miguel Stéfano, 4241 - Água Funda - São Paulo - SP - CEP: 04301-905
Fone: (11) 5073-0811 / Fax: (11) 5058-0564
Horário de Funcionamento- 9:00 às 17:00 horas - de terça a domingo - fechamento da bilheteria : 16:00 h
*Abre as Segundas-feiras somente quando for feriado ou véspera de feriado

ZÔO SAFÁRI
Avenida do Cursino, 6338 - Vila Moraes - São Paulo - SP - CEP: 04169-000
Fone: (11) 2336-2131 / Fax: (11) 2336-2143
Horário de Funcionamento - 9:00 às 17:00 horas - de terça a domingo - fechamento da bilheteria : 16:00 h
*Abre as Segundas-feiras somente quando for feriado ou véspera de feriado